Memória da Música

> Banco de Dados - História e música na universidade

Mário de Andrade e a Mentalidade Musical Brasileira no período modernista de 1922 a 1930.

Tipo de documento:
Dissertação de mestrado

Autor:
Loila Marina Weymar

Orientador:
Maria Lúcia Bastos Kern

Local:
PUC-RS

Data:
1989

Publicação - Livros / Artigos

Palavras-chave:
1922-1930; Modernismo; Música erudita; Mário de Andrade; Brasil

Resumo:
Trata-se de um trabalho realizado em torno de Mário de Andrade e suas relações com a música brasileira no período modernista compreendido entre 1922 a 1930. Nele se pretende registrar a contribuição de Mário para a redefinição da musica erudita verificada através do discurso teórico de Mário e de sua influencia na mentalidade musical brasileira desenvolvendo um trabalho a nível de mentalidades Mário tratou de conscientizar ao compositor brasileiro da dependência de nossa cultura em relação a Europa e da necessidade de cortá-la e emancipar nossa manifestação artística para isso utiliza a via ideológica do nacionalismo este condições de criar uma obra artística boa e do valor do elemento musical brasileiro. Esses fatores foram de importância vital para a afirmação da musica erudita brasileira na medida em que davam as condições mentais e materiais para que o compositor se sentisse seguro e confiante na sua criação feita a partir da valorização do nacional. Esse foi o ponto-chave de Mário na redefinição da musica: o lançamento e a cristalização de um sentimento de autoconfiança.

apoios

2014 © Entre a Memória e a História da Música.