Memória da Música

> Banco de Dados - História e música na universidade

Quanto custa o gratuito? Problematizações sobre os novos modos de negócio na música

Tipo de documento:
Artigo

Autor:
Michel Nicolau Netto

Orientador:
-

Local:
Uberlândia

Data:
2008

Publicação - Livros / Artigos

Descritivo:
ArtCultura, v. 10, n.16, p. 141-155. Janeiro- Junho de 2008.

Editora:
EDUFU

Palavras-chave:
Século XX (fim); Indústria tecnológica; Indústria fonográfica; Consumo; Negócios na música

Resumo:
Artigo em formato digital:
http://www.artcultura.inhis.ufu.br/PDF16/M_Netto.pdf

A relação entre as indústrias fonográfica e tecnológica se transformou a partir do fim do século passado. Ao invés de uma relação de subsidiariedade, na qual a primeira detinha o domínio dos modos de negócios na música, enquanto a segunda seguia sua demanda, hoje ambas disputam o controle de um campo que se torna conflituoso. Contudo, se o conflito está dado, agora vemos a geração de zonas solidárias nas quais essas indústrias trabalham em conjunto. O resultado é a criação de novas formas de negócios em música que privilegiam, ao mesmo tempo, a legalidade da ação e a transferência de seu financiamento do consumidor para patrocinadores. Neste artigo buscamos mostrar que esses modos de negociar implicam problemas nos quais a oferta cultural ocupa lugar central.

apoios

2014 © Entre a Memória e a História da Música.