Memória da Música

> Banco de Dados - História e música na universidade

Heitor Villa-Lobos, O Músico Educador.

Tipo de documento:
Dissertação de mestrado

Autor:
Mirelle Ferreira Borges

Orientador:
Jorge Luiz Ferreira

Local:
UFF

Data:
2008

Publicação - Livros / Artigos

Palavras-chave:
Década de 1930; Música e Educação ; Heitor Villa-Lobos; Canto Orfeônico; SEMA (Superintendência de Educação Musical e Art.)

Resumo:
Texto em formato Digital:
http://www.historia.uff.br/stricto/teses/Dissert-2008_BORGES_Mirelle_Ferreira-S

A dissertação aborda as idéias de Heitor Villa-Lobos, contextualizando-as historicamente. A partir dos anos de 1930, o maestro colocou em prática o seu projeto do canto orfeônico cujo objetivo era ensinar a música nas escolas, despertar o civismo e unir a nação, que cantaria a uma só voz. Apresentando a sua estética monumental, Villa-Lobos inseriu-se num grupo de intelectuais que, a partir do apoio estatal, percebeu a possibilidade de colocar em prática os seus projetos. Para isso, trabalhou intensamente na organização dos espetáculos orfeônicos, que contavam com a presença de inúmeros políticos importantes e atuantes no período. À frente da SEMA (Superintendência de Educação Musical e Artística), o maestro organizava a estrutura administrativa necessária à implementação do seu ideal. Pretendo recuperar o pensamento de Villa-Lobos enquanto educador e analisar a relação entre Estado e Intelectuais no período de 1932 a 1945 utilizando os conceitos e métodos oferecidos pela História das Idéias e pela História Política Renovada.

apoios

2014 © Entre a Memória e a História da Música.