Memória da Música

> Banco de Dados - História e música na universidade

O mistério do planeta. Um estudo sobre a história dos Novos Baianos (1969-1979).

Tipo de documento:
Dissertação de mestrado

Autor:
Humberto Santos Pereira

Orientador:
Milton Araújo Moura

Local:
UFBA

Data:
2009

Publicação - Livros / Artigos

Palavras-chave:
1969 - 1979; Novos Baianos; Juventude; Biografia; Bahia

Resumo:
Estuda-se a atuação dos Novos Baianos no período compreendido entre 1969 e 1979. Trata-se de um grupo musical formado por artistas como Moraes Moreira, Pepeu Gomes, Baby Consuelo e Paulinho Boca de Cantor. A investigação está voltada para o período que vai da formação do grupo até a sua fragmentação. Em termos de metodologia, buscou-se compreender a trajetória dos mesmos a partir do conceito de campo artístico formulado por Bourdieu. Para tanto, são consideradas diversas fontes, como os jornais soteropolitanos do período coberto pela pesquisa e a obra dos Novos Baianos. Dessa forma, foi construída uma interpretação da atuação do grupo no campo artístico voltada para a compreensão dos mecanismos pelos quais o mesmo buscou construir sua legitimação ao longo de sua carreira. Os resultados da Pesquisa apontam que os Novos Baianos detinham, entre 1969 e 1971, uma estratégia de legitimação marcada pelo emblema da novidade, o que os colocava como vanguarda artística voltada para o público jovem; por outro lado, a partir de 1972, tal postura ganha o complemento da inovação, qual seja, transforma em novo algo já consolidado no passado. Assim, a estratégia do grupo se configura no sentido de que os Novos Baianos passam a se apresentar enquanto novos e inovadores, modernos e modernizantes. Isto oportunizou aos Novos Baianos uma constante mudança em seus trabalhos e a busca por novas arenas de disputa de legitimidade, viabilizando uma ampliação progressiva de seu público ao longo de sua trajetória.

apoios

2014 © Entre a Memória e a História da Música.