Memória da Música

> Banco de Dados - História e música na universidade

Som imaginário: amizades, viagens e cidades nas canções do clube da esquina.

Tipo de documento:
Dissertação de mestrado

Autor:
Bruno Viveiros Martins

Orientador:
Heloísa Maria Murgel Starling

Local:
UFMG - UFCH

Data:
2007

Publicação - Livros / Artigos

Descritivo:
Dissertação deu origem a livro. Ver ficha específica.

Palavras-chave:
1967 - 1981; Clube da esquina; Canção Popular; Pensamento Republicano; Belo Horizonte

Resumo:
O trabalho que ora apresentamos aborda a trajetória musical de um grupo de jovens compositores surgido em Belo Horizonte, entre os anos de 1967 e 1981, que passou a ser conhecido como Clube da esquina.1 Essa pesquisa situa-se na linha de história e culturas políticas, combinando duas matrizes de interpretação e análise da realidade histórica brasileira: a moderna canção popular e o pensamento republicano. Com esse intuito, foram utilizados os instrumentos metodológicos da história das idéias para analisar a intertextualidade entre a narrativa musical produzida pelo Clube da esquina e o contexto político no qual essa forma de linguagem se fez presente, evidenciando o resgate de certos princípios, idéias e valores próprios à esfera do interesse público como liberdade e amizade.

apoios

2014 © Entre a Memória e a História da Música.