Memória da Música

> Banco de Dados - História e música na universidade

Folhas volantes: impressos revolucionários na canção popular brasileira

Tipo de documento:
Dissertação de mestrado

Autor:
Clarissa Teixeira Fazito Rezende

Orientador:
João Pinto Furtado

Local:
UFMG - UFCH

Data:
2010

Publicação - Livros / Artigos

Palavras-chave:
1964-1985; Música Popular; Raul Seixas ; Geraldo Vandré; Brasil

Resumo:
No trabalho apresentado pretendeu-se comprovar que as canções analisadas dos compositores Geraldo Vandré, Sérgio Ricardo e Raul seixas podem ser entendidas como canção-panfleto uma vez que tais composições apresentam argumentos políticos e sociais, na tentativa de conscientização do ouvinte. As canções representariam, ainda, a visão de mundo articulada de cada compositor, podendo ser entendidas como atos de fala. A reunião das propostas de Bernard Bailyn, J. G. A. Pocock e Quentin Skinner mostrou-se válida não apenas para os textos aqui estudados. O conceito que desenvolvemos mostra-se capaz de ir além, não se concentrando em apenas um determinado período histórico. Mais especificamente no caso das canções-panfleto, percebemos que o contexto histórico do regime militar brasileiro favoreceu a efervescência artística engajada, sem estar, necessariamente, vinculada a um único gênero musical.

http://hdl.handle.net/1843/BUBD-8GTG8X

apoios

2014 © Entre a Memória e a História da Música.