Memória da Música

> Banco de Dados - História e música na universidade

Mágoas do violão: mediações culturais na música de Octávio Dutra (Porto Alegre, 1900-1935)

Tipo de documento:
Tese de Doutorado

Autor:
Márcio de Souza

Orientador:
Charles Monteiro

Local:
PUC-RS

Data:
2010

Publicação - Livros / Artigos

Palavras-chave:
1920; Musica Popular; Biografia; Octávio Dutra; Porto Alegre

Resumo:
Esta tese aborda e problematiza a experiência artística e a obra musical do violonista e compositor gaúcho Octávio Dutra (1884-1937). Uma das idéias centrais desenvolvidas busca relacionar os contextos de criação das suas obras à sua experiência de mediação cultural dentro do campo da música na cidade Porto Alegre. Parte-se do pressuposto de que sua formação, atuação e obra caracterizaram-se pelo diálogo entre referências populares e eruditas e pela busca de aproximações entre tradição e modernidade no contexto de um campo artístico em transformação e em vias de autonomização. Para problematizar tais questões recorre-se primeiramente a uma revisão bibliográfica nas áreas da História e da Música, com vistas a compreender como se deu a emergência e a consolidação da música popular brasileira em âmbito nacional no período investigado. Nesse sentido, aborda-se o modernismo musical, os contextos de desenvolvimento dos gêneros musicais e a experiência pioneira de músicos mediadores durante a Primeira República. No âmbito regional, busca-se compreender a experiência artística e as composições de Octávio Dutra no contexto de formação do campo musical na cidade de Porto Alegre. Nas primeiras décadas do século vinte, este compositor experienciou o processo de institucionalização do ensino musical, de modernização urbana e o surgimento de novas tecnologias sonoras. Por fim, busca-se contextualizar e interpretar historicamente a produção musical de Octávio Dutra. Neste aspecto são analisadas as questões composicionais que envolvem a diversidade e a transformação dos gêneros musicais, bem como as representações do espaço social urbano expressadas de forma explícita ou implícita no seu repertório, composto, editado e/ou gravado numa cronologia que abarca os anos de 1900 a 1935.

http://tede.pucrs.br/tde_busca/arquivo.php?codArquivo=2947

apoios

2014 © Entre a Memória e a História da Música.