Memória da Música

> Banco de Dados - História e música na universidade

O Desafio e as vicissitudes político-culturais das esquerdas no pós-64.

Tipo de documento:
Dissertação de mestrado

Autor:
Mônica Brincalepe Campo

Orientador:
Carlos Guilherme Mota

Local:
USP - FFLCH

Data:
1995

Publicação - Livros / Artigos

Assunto:
Analisa o questionamento das esquerdas em relação à implantação do regime militar no Brasil, a partir do filme “O Desafio” que é contemporâneo ao regime.

Palavras-chave:
1964-1967; Música e Política; Cinema Nacional; Indústria cultural; Brasil.

Resumo:
Análise histórica do período inicial do regime militar, abordando o impacto causado pelo golpe e sua repercussão entre os intelectuais e artistas de esquerda. O filme “O Desafio” demonstra o questionamento feito por estes intelectuais e artistas, permitindo o estudo das diversas produções artístico-culturais (cinema, teatro, música popular) e as relações existentes entre essas produções.

Fontes:
Filmografia:
• Dir. Nelson Pereira dos Santos
1) Rio 40 º , 1953
2) Rio Zona Norte, 1956
3) O boca de ouro, 1962
4) Vidas Secas, 1963
5) Fome de amor, 1968

• Dir. Ruy Guerra
1) Os cafajestes, 1961
2) Os fuzis, 1964

• Dir. Roberto Faria: Assalto ao trem pagador, 1962

• Dir. Anselmo Duarte: O pagador de promessas, 1962

• Dir. Paulo César Saraceni
1) Porto das caixas, 1963
2) O Desafio, 1965

• Dir. Carlos Diegues
1) Gamga Zumba, 1963
2) A grande cidade, 1966
3) Os herdeiros, 1969

• Dir. Glauber Rocha
1) Deus e o diabo na terra do sol, 1964
2) Terra em transe
3) O dragão da maldade contra o santo guerreiro, 1969

• Dir. Leon Hirzman: A falecida, 1965

• Dir. Geraldo Sarno: Viramundo, 1965

• Dir. Luís Sérgio Person: São Paulo sociedade anônima, 1965

• Dir. Arnaldo Jabor: Opinião pública, 1966

• Dir. Joaquim Pedro de Andrade: O padre e a moça, 1966

• Dir. Mário Fiorani: A derrota, 1967

• Dir. Gustavo Dahil: O bravo guerreiro, 1968

• Dir. Rogério Sganzerla: O bandido da luz vermelha, 1968

• Dir. Walter Lima Jr.: Brasil ano 2000, 1969.

• Dir. Joaquim Pedro: Macunaíma, 1969

• Cinco vezes favela, 1962
1) Um favelado, Marcos Faria
2) Zé da cachorra, Miguel Borges
3)Escola de samba, alegria de viver, Carlos Diegues
4)Couro de gato, Joaquim Pedro
5)Pedreira de são Diogo, Leon Hirzman

Bibliografia específica:
BUARQUE DE HOLLANDA, Heloísa. Impressões de viagens (CPC, vanguarda e desbunde: 1960/70), SP, Brasiliense, 1980.
BUARQUE DE HOLLANDA, Heloísa. E GONÇALVES, Marcos A. Cultura e participação nos anos 60. SP, Brasiliense, 1990.
CANDIDO, A. Formação da literatura brasileira. SP, s/ed., 1957.
CANDIDO, A. Literatura e sociedade. SP, Nacional, 1976.
CANDIDO, A. O discurso e a cidade. SP, Duas Cidades, 1993.
CERTEAU, Michel de. A escrita da história. Rio de Janeiro, Forense Universitária, 1982.
GALVÃO, Walnice N. Saco de gatos. SP, Duas Cidades, 1976.
MOTA, Carlos Guilherme. A ideologia da cultura brasileira (1933-1974). São Paulo, Ática, 1978
SANT’ANNA, A. R. de. Música popular e moderna poesia brasileira. Petrópolis, Vozes, 1986.
SCHWARZ. Roberto. O pai de família e outros estudos. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1978.

apoios

2014 © Entre a Memória e a História da Música.