Memória da Música

Música em 78 Rotações - "Discos a todos os preços" na São Paulo dos anos 30

 



ÁUDIO

 

1. Introdução

Faixa 1         

Saci. Polca gravada pelo Grupo do Canhoto, disco Odeon n. 120589, de autoria de João Batista do Nascimento, lançada entre 1913 e 1915.

2. O disco no Brasil

Faixa 2           

Babaô Miloquê. Batuque gravado por Josué de Barros e Orquestra Victor Brasileira, disco Victor n.33253-A, de autoria de Josué de Barros, lançado em janeiro de 1930.

Faixa 3           

Tambor de crioulo. Disco da Discoteca Pública Municipal da Série Folclórica, n.28.

Faixa 4

Mulambo. Samba, gravado pelo Silvio Caldas, disco Victor 33301-B, de autoria de Teobaldo Marques da Gama, lançado em agosto de 1930.

Faixa 5

Guará. Polca gravada pelo Choro Carioca, disco Phoenix n.70653, de autoria de Alfredo da Rocha Viana (Pixinguinha), lançada entre 1913-1918.

Faixa 6

Rapaziada do Brás. Valsa gravada pelo Jacob do Bandolim, disco Victor 801214-B, de autoria de Alberto Marino, lançada em 1953.

Faixa 7

Prova recusada de Babaô Miloquê - Batuque gravado por Josué de Barros e Orquestra Victor Brasileira, de autoria de Josué de Barros, não-comercializado.

Faixa 8

Prova aceita de Babaô Miloquê – “Introdução”. Batuque gravado por Josué de Barros e Orquestra Victor Brasileira, disco Victor n.33253-A, de autoria de Josué de Barros, lançado em janeiro de 1930.

Faixa 9

Prova aceita de Babaô Miloquê – “Batuque”. Batuque gravado por Josué de Barros e Orquestra Victor Brasileira, disco Victor n.33253-A, de autoria de Josué de Barros, lançado em janeiro de 1930.

Faixa 10

Prova aceita de Babaô Miloquê – “Flautas”. Batuque gravado por Josué de Barros e Orquestra Victor Brasileira, disco Victor n.33253-A, de autoria de Josué de Barros, lançado em janeiro de 1930.

Faixa 11

Prova aceita de Babaô Miloquê – “Encontro”. Batuque gravado por Josué de Barros e Orquestra Victor Brasileira, disco Victor n.33253-A, de autoria de Josué de Barros, lançado em janeiro de 1930.

Faixa 12

Prova aceita de Babaô Miloquê – “Diálogo”. Batuque gravado por Josué de Barros e Orquestra Victor Brasileira, disco Victor n.33253-A, de autoria de Josué de Barros, lançado em janeiro de 1930.

Faixa 13

Prova aceita de Babaô Miloquê – “Retorno”. Batuque gravado por Josué de Barros e Orquestra Victor Brasileira, disco Victor n.33253-A, de autoria de Josué de Barros, lançado em janeiro de 1930.

Faixa 14

Prova aceita de Babaô Miloquê – “Intervenção falada”. Batuque gravado por Josué de Barros e Orquestra Victor Brasileira, disco Victor n.33253-A, de autoria de Josué de Barros, lançado em janeiro de 1930.

Faixa 15

Prova miúda de Babaô Miloquê. Batuque gravado por Josué de Barros e Orquestra Victor Brasileira, de autoria de Josué de Barros, não-comercializado.

3. Os basbaques da vitrola

Faixa 16

Pisando na mala. Polca gravada pelo Canhoto, disco Odeon n.120596, sem indicação de autoria, lançada entre 1913 e 1915.

Faixa 17

Abismo de rosas. Valsa gravada pelo Canhoto, disco Odeon 122933, de autoria de Canhoto, lançada entre 1921 e 1926.

Faixa 18

Tuim-tuim. Valsa gravada pelo Grupo do Canhoto, disco Odeon n.120592, de autoria de E. J. Peans, lançada entre 1913 e 1915.

Faixa 19

La Paloma. Habanera gravada por Giuseppe Rielli, disco Odeon n.120885, de autoria de Yradier, lançada entre 1913-1915.

Faixa 20

Agonia de Artista. Tango gravado pelo Arthur Castro, disco Imperador n. 1037-A, de autoria de A. Fernandez, lançado provavelmente em 1926.

Faixa 21

Adiós mis farras. Tango gravado pelo Francisco Alves, disco Odeon n.10230-A, de autoria de Raul Roulien, lançado em agosto de 1928.

Faixa 22

Portero suba y diga. Tango gravado pela Luly Málaga, disco Columbia n.5049-A, de autoria de E. de Labar, lançado em julho de 1929.

Faixa 23

Mamãe me leva. Maxixe gravado pelo Arthur Castro, disco Imperador 1041, de autoria de Nabor Pires Camargo e Dieno Castanho, provavelmente lançado em 1926.

Faixa 24

Casaco da mulata. Samba gravado pela Orquestra Brasil-América, disco Odeon n.122604, de autoria de Careca, provavelmente lançado em 1924.

Faixa 25

Suspira, nega, suspira (trecho). Maxixe gravado pelo Fernando, disco Odeon n. 122919, de autoria de Pedro de Sá Pereira, provavelmente lançado entre 1925 e 1926.

Faixa 26

Suspira, nega, suspira (completo). Maxixe gravado pelo Fernando, disco Odeon n. 122919, de autoria de Pedro de Sá Pereira, provavelmente lançado entre 1925 e 1926.

Faixa 27

O Pé de Anjo. Marcha carnavalesca gravada por Francisco Alves, disco Popular n.1008-A, de autoria de Sinhô, lançada entre fins de 1919 e início de 1921.

Faixa 28

Fado do garoto dos jornais. Fado gravado pelo Estevam Amarante, disco Columbia n. 5015-A, sem indicação de autoria, lançado em março de 1929.

Faixa 29

Em ti pensando. Valsa gravada pelo Alberto Marino, disco Arte-fone n. 4017-A, de autoria de José Rizzo, lançada entre 1931 e fins de 1932.

Faixa 30

Célia. Valsa gravada pelo Attílio Grany, disco Ouvidor n. 3003, de autoria de Attílio Grany, lançada em 1931.

Faixa 31

Lá vem o sol. Choro gravado pelo Attílio Grany, disco Ouvidor n. 3003, de autoria de Attílio Grany, lançado em 1931.

Faixa 32

Sofrer Sorrindo. Valsa gravada por Nabor Pires Camargo, disco Arte-fone n. 4004, de autoria de Nabor Pires Camargo, lançada entre 1931 e fins de 1932.

Faixa 33

Bicho Mau. Choro gravado por Nabor Pires Camargo, disco Arte-fone n. 4004, de autoria de Nabor Pires Camargo, lançado entre 1931 e fins de 1932.

Faixa 34

Maria. Valsa gravada pelo Domingos Pecce, disco Ouvidor n. 3017, de autoria de Domingos Pecce, lançada em 1931.

Faixa 35

De cachimbo. Choro gravado pelo Domingos Pecce, disco Ouvidor n. 3017, de autoria de Domingos Pecce, lançado em 1931.

Faixa 36

Manhoso. Choro gravado por Petit, Amador Pinho e Benedito Chaves, disco Arte-fone n. 4018, de autoria de Amador Pinho, lançado entre 1931 e fins de 1932.

Faixa 37

Genioso. Choro gravado por Petit, Amador Pinho e Benedito Chaves, disco Arte-fone n. 4018, de autoria de Amador Pinho, lançado entre 1931 e fins de 1932.

Faixa 38

Gauchita. Rancheira gravada pelo Amador Pinho, Petit e Benedito Chaves, disco Arte-fone n. 4021-A, de autoria de Amador Pinho, lançada entre 1931 e fins de 1932.

Faixa 39

Serenata de Toselli. Sem indicação de gênero, gravada pelo Benedito Chaves, disco Columbia n. 5037-B, de autoria de Toselli e adaptação de Benedito Chaves, lançada em junho de 1929.

Faixa 40

Os três beijos. Sem indicação de gênero, gravada pela Orquestra de Danças Arte-fone e canto pelo Ubirajara, disco Arte-fone n. 4074-B, de autoria de J. Portaro, lançada entre 1931 e fins de 1932.

Faixa 41

Um, dois, três. Marcha gravada pela Raquel de Freitas, disco Arte-fone n. 4085-A, de autoria de Martinez Grau (música) e César Ladeira (letra), lançada entre 1931 e o carnaval de 1932.

Faixa 42

Eu me iludi. Samba, gravado pelo Januário de Oliveira, disco Arte-fone n. 4048-A, de autoria de Picolé, lançado entre 1931 e o carnaval de 1932.

Faixa 43

Ora vejam só. Samba gravado pelo Francisco Alves e Orquestra Pan American do Cassino Copacabana, disco Odeon n.10128-A, de autoria de Sinhô, lançado em maio de 1930.

Faixa 44

Para frente paulistas! Sem indicação de gênero, gravada por Orquestra Arte-fone, disco Arte-fone n. 4111, de autoria Zequinha de Abreu, lançada entre julho de 1932 e fins de 1932.

Simplicidades caipiras

Faixa 45

Festa de São João – I. Cena regional gravada pelo Bando de Tangarás, disco Odeon n. 11020-A, de autoria de João de Barro, lançada em junho de 1933.

Faixa 46

Festa de São João – II. Cena regional gravada pelo Bando de Tangarás, disco Odeon n. 11020-A, de autoria de João de Barro, lançada em junho de 1933.

Faixa 47

Santo Antônio, São Pedro e São João. Marcha gravada pela Araci de Almeida, disco Victor n. 33937-B, de autoria de Bide e Herivelto Martins, lançada em junho de 1935.

Faixa 48

Saia do sereno. Toada gravada pela Stefana de Macedo, disco Columbia n. 5095-B, motivo popular com arranjo de Stefana de Macedo, lançada em outubro de 1929.

Faixa 49

História de uma triste praieira. Canção, gravada pela Stefana de Macedo, disco Columbia 5093-B, motivo popular, arranjo Stefana de Macedo, lançada em outubro de 1929.

Faixa 50

Batuque (Dança Quilombo dos Palmares). Sem indicação de gênero, disco Columbia n. 5093-A, motivo popular com arranjo de Stefana de Macedo, lançado em outubro de 1929.

Faixa 51

Perdão, Emília! Modinha gravada pelo Paraguassu, acompanhado pelo Rago e Seu Conjunto, sem indicação de autoria, disco Continental n. 15411-A, lançada em agosto de 1945.

Faixa 52

Violêro do luá. Canção regional, gravada pelo Paragussu, acompanhado pelo Grupo Verde e Amarelo, disco Columbia n. 22183-B, de autoria de A. Fleury (letra) e Paraguassu (música), lançado em janeiro de 1933.

Faixa 53

Casa de caboclo. Canção gravada pelo Gastão Formenti, disco Parlophon n. 12863-A, de autoria de Heckel Tavares e Luiz Peixoto, lançada em novembro de 1928.

Faixa 54

Monólogo caipira. Monólogo gravado pelo Batista Jr., disco Phoenix n. 140, de autoria de Batista Jr., lançada provavelmente entre 1913-1918.

 

Faixa 55

A peste bubônica. Monólogo recitado pelo Bahiano, disco Zon-0-Phone n. X-772, sem indicação de autoria, lançado provavelmente entre 1902-1908.

Faixa 56

Ô, de casa! Prosa sertaneja gravada pelo Batista Jr., disco Columbia n. 5030-B, de autoria de Batista Jr., lançada em outubro de 1928.

Faixa 57

Qui-pro-quó (trecho). Anedota gravada pelo Cornélio Pires, disco Columbia n. 20047-B, sem indicação de autoria, lançada provavelmente em 1930. 

Faixa 58

Sô cabocro brasilero. Moda de viola gravada pelo Mariano e pelo Caçula, disco Columbia n. 20015-B, sem indicação de autoria, lançada, provavelmente, em fins de 1929, início de 1930.

Faixa 59

Um cateretê na roça. Bate-pé gravado pelo Arlindo Santana e dançador, disco Columbia n. 8204-A, de autoria de Arlindo Santana, provavelmente lançado em 1936.

Faixa 60

Desafio. Desafio gravado pelo Laureano e pelo Soares, disco Victor n. 33441-A, de autoria de Laureano e Soares, lançado em maio de 1931.

Faixa 61

Cateretê. Dança Típica gravada pela Turma Caipira Victor, disco Victor n. 33235-A, de autoria de Olegário de Godoy (Sorocabinha), lançada em dezembro de 1929.

Faixa 62

Triste festa de São João. Moda de viola gravada pelo Olegário e pelo Lourenço, disco Victor n. 33922-B, de autoria de M. R. Lourenço, lançada em abril de 1935.

Faixa 63

Pra que sodade (trecho). Moda de viola gravada pelo Basílio Monteiro e pela Noêmia Monteiro, disco Arte-fone, n. 4124, de autoria de Basílio Monteiro, lançada entre 1931 e fins de 1932.

Faixa 64

Bigode raspado (trecho). Moda de viola gravada pelo Mariano e pelo Caçula, disco Columbia n. 22022-A, sem indicação de autoria, lançada em junho de 1930.

Faixa 65

Prende os cabritinho (trecho). Moda de viola gravada pelo Basílio e pela Noêmia Monteiro, disco Arte-fone 4024-A, sem indicação de autoria, lançada entre 1931 e fins de 1932.

Faixa 66

Rebatidas de caipiras (trecho). Anedota gravada pelo Cornélio Pires, disco Columbia n. 20001-A, sem indicação de autoria, lançada em maio de 1929.

Faixa 67

O cravo. Moda de viola gravada pelo Laureano e pelo Soares, disco Arte-fone n. 4019, de autoria de Ochelsis Laureano, lançada entre 1931 e fins de 1932.

Faixa 68

A morte de João Pessoa. Moda de viola gravada pelo Zico Dias e pelo Ferrinho, disco Victor n. 33395-B, de autoria de Zico Dias e Ferrinho, lançada em dezembro de 1930.

Faixa 69

Jorginho do sertão. Moda de viola gravada pelo Cornélio Pires (?), disco Columbia n. 20006-B, sem indicação de autoria, lançada em outubro de 1929.

Faixa 70

A madrugada. Moda de viola gravada pelo Laureano e pelo Soares, disco Arte-fone n. 4079-A, de autoria de Laureano e Soares, lançada entre 1931 e fins de 1932.

Faixa 71

Não quero saber mais dela. Samba gravado pelo Francisco Alves e pela Rosa Negra, disco Odeon n. 10100-A, de autoria de Sinhô, lançado em janeiro de 1928.

Faixa 72

No rancho fundo. Samba-canção gravado pela Elisa Coelho, disco Victor n. 33444-A, de autoria de Ary Barroso e Lamartine Babo, lançado em agosto de 1931.

Faixa 73

Rebatidas de caipiras (trecho). Anedota gravada pelo Cornélio Pires, disco Columbia n. 20001-A, sem indicação de autoria, lançada em maio de 1929.

Faixa 74

Qui-pro-quó (trecho). Anedota gravada pelo Cornélio Pires, disco Columbia n. 20047-B, sem indicação de autoria, lançada provavelmente em 1930. 

Faixa 75

Puxando a brasa. Anedota gravada pelo Cornélio Pires, disco Columbia n. 20001-A, sem indicação de autoria, lançada em maio de 1929.

Faixa 76

Salada Internacional I e II. Humorismo, gravado pelo Nabor Pires Camargo e Cherubim, disco Arte-fone 4038, sem indicação de autoria, lançado provavelmente entre 1931 e fins de 1932.

Faixa 77

Seleção de “simplicidades caipiras”

Simplicidades. Anedota gravada pelo Cornélio Pires, disco Columbia n. 20002-A, sem indicação de autoria, lançada em maio de 1929.

Numa escola sertaneja. Anedota gravada pelo Cornélio Pires, disco Columbia n. 20002-B, sem indicação de autoria, lançada em maio de 1929.

Uma lição complicada. Anedota gravada pelo Genésio Arruda e Cornélio Pires, disco Columbia n. 20011-B, sem indicação de autoria, lançada em outubro de 1929.

Prantaforma do prefeito. Anedota gravada pelo Cornélio Pires e Genésio Arruda, disco Columbia n. 20027-B, sem indicação de autoria, lançada em junho de 1930.

Passeio aéreo. Humorismo, gravado pelo Plínio Ferraz e João Michalany, disco Victor n. 33422-A, de autoria de Plínio Ferraz, lançada provavelmente em 1931.

As três lágrimas. Sem indicação de gênero, interpretada por Genésio Arruda, disco Columbia n. 20012-B, de autoria de Campos Negreiro, lançada em outubro de 1929.

Cururu paulista. Cururu gravado pelo Zico Dias e pelo Ferrinho, disco Victor n. 33796-B, de autoria de Zico Dias e Ferrinho, lançado em julho de 1934. 

 

apoios

2014 © Entre a Memória e a História da Música.